28 de jan de 2013

A Meditação e seus pequenos milagres!




A meditação é uma prática, um experimentar e sentir o nosso lado interno. Esta prática consiste essencialmente em uma redução de ritmo do nosso corpo e da nossa mente. Ao sentar-se confortavelmente, com a espinha ereta, relaxado e vigilante, focando a entrada e saída do ar das narinas, já produzimos um pequeno milagre: corpo estático, talvez pela primeira vez em anos, dando-nos chance de respirar tranquilamente, sem outro objetivo que não respirar e observar a respiração.
Quando os pensamentos e emoções vierem, apenas observe, sem se deixar levar por eles, aguardando que passem como nuvens no céu, e voltando a observar a respiração tantas vezes quantas forem necessárias. Esta é uma primeira técnica e não tem a nada a ver com perfeição: basta voltar à respiração tantas vezes quanto preciso. Alguns minutos pela manhã e alguns minutos à noite, seu bem estar vai determinar a extensão do tempo.
O segundo milagre é termos criado um observador interno, um artifício, que de agora em diante mantém seus pensamentos e emoções no seu radar interno, como que projetados em uma tela, tirando deles a força que possam ter, e ajudando-o a controlar seus impulsos, notadamente aqueles que causam dano a você e aos outros.
Com a prática, este controle não terá a sensação de privação de algo, mas a sensação de ter criado um espaço, um pouco mais de liberdade frente aos impulsos que antes nos controlavam de forma danosa. Este é o terceiro milagre.
O quarto milagre é que todos os seus padrões repetitivos de pensamento e ação ficarão a cada dia mais claros, e sua própria força vital lhe mostrará o caminho para se libertar deles.
Se você combinar esta prática com a criação de relações cordiais e respeitosas, o resultado é uma vida mais serena e alegre, e, com o tempo, uma visão mais precisa da realidade, que o ajude a reduzir o sofrimento nesta vida. Quando o momento chegar, aparecerá um professor interno, que o levará a procurar um professor externo, cuidadoso e compassivo, para ajudá-lo a explorar este lindo e poderoso caminho.

Texto de Carlos Ernesto de Oliveira

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails